Segunda, 17 de Maio de 2021
69 98133-2589
Educação Educação

Guedes diz que Fies bancou filho de porteiro que tirou zero em provas

Sem saber que era gravado, ministro da Economia atacou o programa de financiamento; fala gerou polêmica nas redes sociais

30/04/2021 09h45
5
Por: Redação Fonte: R7 - Karla Dunder, do R7
Ministério da Economia, Paulo Guedes, fala sobre Fies em uma reunião entre ministros - (Foto: Edu Andrade/Ascom/ME - 16.03.2021)
Ministério da Economia, Paulo Guedes, fala sobre Fies em uma reunião entre ministros - (Foto: Edu Andrade/Ascom/ME - 16.03.2021)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, sem saber que estava sendo gravado, afirmou que o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) deu bolsa para "todo mundo" para cursarem o ensino superior. Segundo informações divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo, o ministro declarou que o filho do seu porteiro foi beneficiado mesmo tendo zerado nas provas do vestibular, sem, no entanto, apresentar mais informações.

“O porteiro do meu prédio, uma vez, virou para mim e falou assim: 'Seu Paulo, eu estou muito preocupado'. O que houve? 'Meu filho passou na universidade privada'. Ué, mas está triste por quê? 'Ele tirou zero na prova. Tirou zero em todas as provas e eu recebi um negócio dizendo: parabéns, seu filho tirou...' Aí tinha um espaço para preencher, colocava 'zero'. Seu filho tirou zero. E acaba de se endereçar a nossa escola, estamos muito felizes”, disse Guedes.

Para o ministro, o Fies foi um “desastre” que enriqueceu meia dúzia de empresários. Segundo o jornal, as falas de Guedes foram feitas em reunião do Consu (Conselho de Saúde Suplementar) na última terça-feira (27). Nesta mesma reunião, ele declarou que o coronavírus foi "inventado" pelos chineses.

Após fala de Guedes, chanceler conversa com embaixador da China

Além do ministro da Economia, participaram da reunião o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, da Justiça, Anderson Torres. Ainda acompanharam o debate representantes do MPF (Ministério Público Federal) e da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

O Fies é um programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas aderentes ao programa. Para ter acesso ao fundo, é necessário ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos e ter participado de uma das edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio, a partir de 2010, obtendo no mínimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e não ter zerado a prova de redação. A seleção assegura apenas a expectativa de direito à vaga, já a contratação do financiamento está sujeita às demais regras e procedimentos de formalização do contrato

A fala do ministro repercutiu nas redes sociais:

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias